Polícias Civis de MS e SP apreendem 107 Kg cocaína avaliadas em R$ 2,6 milhões

0

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, através do DEPARTAMENTO DE REPRESSÃO A CORRUPÇÃO E AO CRIME ORGANIZADO – DRACCO em ação conjunta com a Polícia Civil de São Paulo, por meio de informações de inteligência oriundas da 2ª DISE DEIC de PRESIDENTE PRUDENTE – SP, no contexto do combate interestadual ao tráfico de drogas decorrente da união de esforços e integração policial no decorrer da OPERAÇÃO HORUS do MINISTÉRIO DA JUSTIÇA, na manhã de ontem (11), apreenderam 107 quilos de cocaína, acondicionadas em tabletes dissimulados em fundo falso de um veículo do tipo VAN de transporte coletivo de passageiros.

  

Com o compartilhamento das informações de inteligência do DISE DEIC PRESIDENTE PRUDENTE SP, a equipe policial do DRACCO empreendeu uma série de diligências especializadas na repressão ao crime organizado e acabou por identificar, localizar e abordar a van, que vinha ocupada por passageiros e inclusive, com o autor operando como motorista do veículo e levando ao seu lado, o próprio filho menor, de 10 anos de idade, fatores utilizados para dissimulação do crime, inclusive o compartimento oculto foi instalado exatamente abaixo dos assentos dos passageiros, que desconheciam que estavam a bordo de um veículo com tamanha quantidade de drogas em seu interior e mostraram-se indignados por serem expostos a esse risco e utilizados para a engenharia criminosa a cargo do autor, que acabou autuado em flagrante.

 

As apurações de polícia judiciária a cargo das Polícias Civil de MS e SP continuam, principalmente no tocante a identificação do destino do entorpecente que acredita se ser internacional.

A droga está avaliada no mercado em aproximadamente R$ 2.675.000,00.

Na Europa o valor do quilo da droga chega a valer de 60 a 100 mil Euros.

Deixe uma resposta