Segurança mata a ex a tiros e minutos depois morre atropelado por carreta

0

Rubia Aparecida Borges, 45 anos, foi assassinada a tiros pelo ex-marido que trabalhava como segurança Max Alessandro de Oliveira Pereira, 39 anos. Após cometer o crime, na noite deste sábado (14), em Cassilândia, o homem morreu em acidente envolvendo a moto que conduzia e uma carreta. A suspeita é que ele tenha cometido suicídio. 

Conforme as informações, o casal estava separado há algum tempo e ela tinha medida protetiva contra ele. Ontem, Max teria chegado à casa onde a vítima estava, atirando. Rubia chegou a ser socorrida e levada para hospital, mas não resistiu.

Enquanto faziam o atendimento sobre a ocorrência de assassinato, policiais receberam informação de um acidente e no local constataram que a vítima fatal era Max. O corpo estava debaixo de uma carreta a qual suspeita-se que ele tenha se atirado na frente com a moto que conduzia. 

O motorista, 52 anos, contou que foi o motociclista quem invadiu a pista contrária.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui