Semana após o feriado promete grande mobilização de prefeitos em Brasília

0

O presidente da Assomasul, Pedro Caravina, mobiliza os gestores públicos

 

Centenas de gestores municipais já confirmaram presença para a mobilização municipalista da próxima semana – dias 19 e 20 de novembro.

Mais de 80 mil pessoas já registraram apoio ao abaixo-assinado pelo julgamento dos royalties que será entregue ao STF (Supremo Tribunal Federal) durante o evento.

 

Encabeçada pela CNM (Confederação Nacional de Municípios), a iniciativa vai reunir os municipalistas com os três Poderes para que os municípios possam solicitar o avanço das pautas prioritárias.

 

O presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Pedro Caravina, considera importante a participação de todos durante a mobilização no sentido de fortalecer a pauta municipalista que prevê a votação de matérias importantes de interesse das prefeituras em tramitação nas duas casas legislativas.

 

A espera dos municípios para que o STF julgue a ação que suspendeu a distribuição dos recursos arrecadados com a exploração de petróleo, previsto na Lei 12.734/2012, se arrasta há mais de seis anos.

 

A estimativa da entidade é de que os municípios tenham deixado de arrecadar mais de R$ 19 bilhões pelo FEP (Fundo Especial do Petróleo).

 

A previsão é que, no dia 20, os gestores se reúnam na frente do STF para entregar o manifesto nas mãos do presidente do Supremo, Dias Toffoli.

 

A CNM destaca ainda que tanto a AGU (Advocacia-Geral da União) quanto a PGU (Procuradoria-Geral da União) definiram apoio pelo movimento municipalista.

 

Encontro com Temer

 

Na segunda-feira (19), a ação acontecerá na sede da entidade a partir das 13h. Neste dia, os prefeitos terão a oportunidade de apresentar as demandas ao presidente da República, Michel Temer.

 

Na oportunidade, o movimento aproveitará para reconhecer o diálogo, muito presente, entre os municípios e o governo. Para o dia 19, a Confederação reforça que as inscrições já se encerraram, entretanto, os gestores que estiverem presentes poderão acompanhar a transmissão ao vivo de outros espaços no prédio da entidade.

 

No dia 20, na parte da tarde, os gestores devem se locomover para o Congresso Nacional para solicitar aos parlamentares que apreciem matérias de interesse dos municípios. Com informações da Agência CNM.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui