‘Vontade de encher sua boca de porrada’, diz Bolsonaro a repórter

Presidente se irritou com pergunta de jornalista de "O Globo" sobre os depósitos de Queiroz na conta da primeira-dama

0

Neste domingo, 23, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse a um repórter de “O Globo” que “a vontade que eu tenho é de encher sua boca de porrada” ao ser questionado sobre os depósitos de Fabrício Queiroz à primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Queiroz depositou pelo menos 21 cheques na conta da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, entre 2011 e 2018. O valor total chega a R$ 72 mil.

Esquema das rachadinhas

Após a quebra de sigilo de Fabrício Queiroz, autorizada pela Justiça, autoridades verificaram que o ex-assessor recebeu R$ 6,2 milhões em suas contas entre 2007 e 2018. Do total, R$ 1,6 milhão seriam salários recebidos como PM e como assessor na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro), onde trabalhava para Flávio Bolsonaro.

Outros R$ 2 milhões teriam vindo de 483 depósitos de servidores do gabinete do parlamentar, o que indicaria o esquema de “rachadinha.” Já R$ 900 mil foram depositados em dinheiro, mas sem identificação do depositante.

Segundo o MP-RJ, Fabrício Queiroz lavou dinheiro em empresas controladas pelo ex-PM Adriano Magalhães da Nóbrega, o Capitão Adriano, apontado como chefe de uma das maiores milícias do RJ, o Escritório do Crime. A origem do recurso seria obtido pelo esquema de “rachadinha”, praticado no gabinete do então deputado Flávio Bolsonaro.

O esquema chamado de “rachadinha” se baseia em coagir servidores a devolver parte do salário para os parlamentares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui