A 31ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social de Campo Grande/MS, está de olho em quem nos observa e, abriu Instauração de Procedimento Preparatório através de denúncia anônima sobre eventuais irregularidades no Centro de Vídeo Monitoramento de Campo Grande, que estaria em desacordo com o art.10 do Decreto nº 12.674, de 1º de julho de 2015, que prevê que o Centro de Vídeo Monitoramento, seja operacionalizado por servidores das seguintes instituições: Guarda Civil Municipal, Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil – COMPDEC; Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, AGETRAN; Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal.

Deixe uma resposta