Vídeo: investigação descobre túnel em casa de suposto assassino de policial

0

Na manhã desta segunda-feira (26), três mandados de busca e apreensão foram realizadas em desfavor de Sergio de Arruda Quintiliano Neto ou Celso Matos Espinola, vulgo “Minotauro”. O brasileiro é acusado pela polícia brasileira de ser o mandante do assassinato da Polícia Civil, Wescley Vasconcellos, conhecido como “Baiano”, além da produção de documentos com conteúdo falso em nosso país.

 

Agentes de investigação criminal junto com quatro procuradores seguiram em busca de várias casas na cidade de Pedro Juan Caballero (Paraguai) em busca do “Minotauro”, em uma das casas pertencentes ao casal dos procurados, uma advogada identificada como Marita Cabral encontrou alguns documentos relacionados com a pesquisa, conforme indicado pelo agente fiscal Alicia Saprissa.

 

Em outra busca liderado pelo agente fiscal Hugo Volpe em um estabelecimento rural localizado no bairro de Cerro Cora, o procurado Sergio de Arruda Quintiliano também não foi encontrado. Já em diligencias nas ruas Cerro Cora e Cerro León, no bairro de Mcal Estigarribia, foi encontrado um túnel em construção para um laboratório de processamento de drogas, além de prensas, balanças de pressão e produtos químicos para o processamento de cocaína.

 

Deixe uma resposta